Reservas naturais

A água e os bosques do Chile constituem cenários ecológicos de um valor incalculável.

jueves, 15 de julio de 2010  
Queulat , Aysen Queulat , Aysen (Photo:TurismoChile)

Para o ser humano do mundo moderno, a água e os bosques possuem maior valor do que o ouro ou qualquer pedra preciosa. O Chile é um país privilegiado por estes elementos vitais da natureza. A UNESCO declarou oito zonas do país parte da Lista de Reservas da Biosfera.

Esses lugares ajudam à conservação de ecossistemas, espécies e diversidade genética. Possuem um grande valor para o planeta. Sendo assim, o Estado do Chile criou um Sistema de áreas Silvestres Protegidas, a cargo da Corporação Nacional Florestal (Conaf).

Deste modo as iniciativas privadas de proteção ao meio ambiente são estimuladas, pois são mais de 500 e abrangem 1,7 milhões de hectares (4,2 milhões de acres). Nomeiam-se Áreas Silvestres de Propriedade Privada. Também existem 96 zonas de conservação que somam uma superfície de 14 milhões de hectares (34,5 milhões de acres). Estas correspondem a 19% do território nacional.

Zonas de conservação protegidas

Chile é um país pioneiro na proteção do meio ambiente. Em 1907, declarou protegida a Reserva Nacional Malleco. Desde esse momento tem avançado sustentavelmente em políticas de proteção ao patrimônio natural. O Sistema Nacional de Áreas Silvestres Protegidas e as 96 zonas de conservação confirmam esta vocação do país. Nacionalmente são 33 parques, 48 reservas e 15 monumentos.

Algumas áreas foram nomeadas pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, como o Parque Nacional Rapa Nui, que em seus 7130 hectares na Ilha de Páscoa possui sítios arqueológicos e naturais.

Entre as reservas nacionais, Radal Siete Tazas provoca um interesse particular. Está localizada a 100 quilômetros de Talca, a capital regional do Maule. O principal atrativo está constituído pelas sete quedas de água procedente do rio Claro.

Alguns monumentos nacionais são: o cerro Ñielol, de Temuco; as ilhotas de Puñihuil, em Chiloé; a caverna do pré-histórico Milodón; e a laguna dos Cisnes, na Tierra del Fuego.