Chinchorreros, os pescadores mais antigos do mundo

Seus genes sempre estiveram ligados a esta zona do país, herdeiros da Cultura Chinchorro, a forma de pescar se mantém a mesma há 7 mil anos.

martes, 20 de julio de 2010  
 

Este é um costume antiquíssimo. Velhos pescadores constroem frágeis embarcações para pescar com rede e, todos os dias, lançam-nas ao mar na praia Chinchorro. Um espetáculo imperdível.

No setor norte de Arica, na praia Las Machas, há pelo menos três grupos de pescadores que utilizam duas canoas simples feitas de madeira magué, trazida especialmente da floresta peruana.

Ambas as embarcações estão armadas somente com barbantes e cordéis. Nenhum prego. E a única diferença é que uma, o patache (tipo de escuna), contém as redes e a outra, a balsa e as cordas que puxam fortes redes de até 100 m, capazes de levantar mais de 10 toneladas.
Cada embarcação possui dois tripulantes que remam com uma grande vara de bambu, mas o grupo está composto por vinte pessoas entre crianças e adultos - todos familiares e amigos.

A técnica consiste em ingressar ao mar separadamente, aproximadamente a 100 metros uma da outra, através de caminhos entre as ondas. Depois unem cordéis e redes utilizando um milenário e complexo sistema de alta eficiência.

A pesca chinchorrera inclui sargos, entre os meses de outubro e fevereiro; pichibuenos, arraias e, às vezes, tartarugas.

Os horários são exigentes. De manhã, das 5h às 12h, e de tarde das 17h às 24h.  É um espetáculo muito interessante para todos os visitantes.

img_banner