Humberstone, a capital do salitre

Setor emblemático da epopéia do salitre, esta cidade-fantasma oferece os melhores lugares para tirar fotografias e se deter para pensar nos que já se foram.

martes, 20 de julio de 2010  
Humberstone, la capital del salitre Humberstone

Em 1872, a empresa salitrera Peruvian Nitrate Company inaugurou o que viria a ser uma das maiores cidades-fábricas da época.
Durante o apogeu do salitre, também chamado de ouro branco, a cidade teve cinema, teatro, piscina, hospital e escola. Hoje é uma enigmática cidade-fantasma, onde facilmente se pode imaginar como era a vida há 100 anos.

Desde 1970, Humberstone é Monumento Nacional, e desde 2005 é Patrimônio da Humanidade segundo a UNESCO. Localiza-se a 47 quilômetros de Iquique, perto de Santa Laura, outro marco na história do salitre nacional.

É imperdível a visita à praça e ao belo Teatro Municipal, onde se estrearam zarzuelas e filmes mexicanos. Há uma cafeteria onde se pode comprar souvenirs que recordam uma história especial que até o dia de hoje é uma lenda no Chile.

Pode-se chegar a Humberstone e a Santa Laura a partir de Pozo Almonte, uma vila acolhedora localizada a 52 quilômetros a leste de Iquique. Nos tempos da colônia foi um povoado de serviço salitrero e até hoje é reconhecida por suas ruas estreitas e casas pitorescas.

Em Pozo Almonte também há sítios arqueológicos interessantes, tais como os geoglifos desenhados no deserto e que serviam aos antigos viajantes como indicação para se localizarem em suas viagens. A zona mais impressionante é Pintados, onde há  figuras monumentais de animais e seres humanos.

Também é recomendável visitar a Quebrada de Huatacondo e seu gigantesco campo de petróglifos monumentais ou inscrições sobre a pedra.

img_banner