Criar uma empresa no Chile

Como iniciar um negócio ou operar através de representantes.

miércoles, 21 de julio de 2010  
Empresa_Corfo Empresa (Photo:Corfo)

-Escolher um representante: um investidor individual ou corporativo sem domicílio ou residência no país pode fazê-lo por meio de uma pessoa ou sociedade registrada no território. O delegado atuará por conta e risco do estrangeiro mediante um contrato cujo alcance as partes são livres de determinar.


- Criar uma sucursal ou agência local de uma empresa sem residência no país, uma fórmula que pode se concretizar nomeando um agente ou representante legal e elaborando toda a documentação no idioma original da companhia e no espanhol. Protocolizada ante um tabelião, um resumo de dita informação deve ser apresentada no Registro de Comércio e no Diário Oficial, dentro de 60 dias. 


- Ao constituir uma sociedade coletiva, com um mínimo de dois sócios ou acionistas que assinam uma escritura em cartório, cada um dos que administra a empresa ou bem delega dita faculdade a um representante. Cada sócio será responsável segundo sua contribuição.


-Ao estabelecer uma corporação ou sociedade anônima aberta ou fechada, administrada por uma diretoria cujos membros são nomeados pelos acionistas e substituídos quando estes o estimem. A responsabilidade dos portadores também depende de sua contribuição patrimonial. Estará sob o controle da Superintendência de Valores e Seguros (SVS).


Essas duas últimas variedades são conformadas com documentação registrada em cartório, cujo resumo deve ser apresentado no Registro de Comércio e no Diário Oficial dentro de 60 dias.


-Sociedade de responsabilidade limitada e sociedade em comandita: as empresas são pessoas jurídicas com seus próprios ativos e passivos independentes do titular da mesma que pode ser uma pessoa - chilena ou estrangeira. Podem se estabelecer através de uma escritura pública com suas respectivas exigências legais. Como é costume, ante o Registro de Comércio deve ser apresentado um resumo da documentação da firma, bem como também ser publicado no Diário Oficial.


-Associação: no Chile não existem requisitos legais para formar uma associação entre duas pessoas ou entidades com operações conjuntas. Suas operações devem estar sujeitas a uma contabilidade e tanto os lucros quanto as perdas deverão ser divididas entre as partes.


Ver mais informação no site inversionextranjera.cl.