A empanada chilena

Com certeza todos os chilenos gostam. E se algum visitante não prová-la, perde o sabor único da tradição.

martes, 27 de julio de 2010  
Empanadas Empanadas (Photo:Revista Placeres)

Nos lares e casas de campo a empanada chilena pede para ser compartilhada e, na maioria das vezes, acompanhada por um copo de vinho tinto.

Pode ser feita e consumida em qualquer época do ano, mas seu apogeu é durante as Festas Pátrias em setembro, quando é apetecida e apreciada nas fondas, recintos de comida e bebida típicas, comemorando a independência do país. No campo é preparada em fornos de barro ou fogões a lenha, na cidade em fornos normais.

A empanada mais comum é preparada com massa de farinha de trigo, recheada principalmente com carne moída e cebola - mistura conhecida como pino-, além de ovos, azeitonas e uvas passas. Ao envolver o conteúdo, dobrando a massa em forma de semicírculo é introduzida no forno. Na Semana Santa, a tradição religiosa católica aconselha a não comer carne de boi, então a empanada se recheia com mariscos ou com queijo e também se pode fritar no óleo.

Receita

Segundo a tradição da culinária chilena, uma dúzia de empanadas podem ser preparadas segundo estas indicações:

Ingredientes para a massa
1 quilo de farinha
1 colher de sopa de pó royal
1 colherinha de chá de sal.
200 gramas de gordura de porco
1 xícara de leite

Para o recheio
Meio quilo de carne de boi, picada em troços pequenos
2 cebolas grandes picadas finas
20 uvas passas
12 azeitonas pretas grandes
3 ovos cozidos em pedaços, divididos em quatro

A preparação
1. – Frite a carne em uma frigideira com quatro colheres de sopa de óleo, adicione um pouco de páprica, e condimento. Em uma panela separada, cozinhe a cebola por aproximadamente 15 minutos para amolecer. Quando a cebola estiver cozida, adicione a carne e deixe em fogo baixo, as passas são opcionais, porque há pessoas que não gostam de comida agridoce. Tudo misturado e cozido deixe esfriar. O pino está pronto.
Com certeza todos os chilenos gostam. E se algum visitante não prová-la, perde o sabor único da tradição.

2. - Para fazer a massa, coloque a farinha em um círculo, como a cratera de um vulcão, sobre uma base lisa de madeira. Faça uma salmoura em uma pequena panela com um copo de água e sal. Em uma frigideira, derreta a manteiga. Quando a manteiga estiver derretida, derrame-os no centro do círculo, misture bem, adicione leite e amasse delicadamente com a mão. Então estire a massa com um rolo. Se estiver seca, suavize com um pouco mais de leite. A massa deve descansar por alguns minutos e depois corte-a em partes. Em uma de suas metades podem sair seis lotes, pedaços como bolinhos. Cada uma é estirada com o rolo até que fique do tamanho de um prato médio, de sobremesa, como um disco.

3. - Finalmente, cada círculo ou disco de massa é preenchido com duas colheres de pino, que é colocado no centro da massa, momento em que você adiciona uma azeitona, duas passas e um pedaço de ovo. Em seguida, se dobra a massa para que as bordas fiquem fechadas e dobre-as uma sobre a outra, e são escovadas com água para mantê-la fechada. Leve ao forno. Algumas pessoas passam uma pincelada com ovo batido antes, um detalhe que permite saber quando estão cozidas devido ao tom dourado que adquirem no forno. Unte a fôrma com manteiga ou um pouco de óleo para evitar que a massa grude. Aqueça o forno, e coloque as empanadas no interior e, em meia hora, estarão douradas e deliciosas.

img_banner