Litoral dos poetas

Estas são as praias mais visitadas da zona central. Zona de poetas e artistas. Nove povoados com nove identidades.

miércoles, 28 de julio de 2010  
Casa Pablo Neruda, Isla Negra Isla Negra, Pablo Neruda. (Photo:Sernatur)

A casa de Pablo Neruda em Isla Negra, o antipoeta Nicanor Parra comprando empanadas de mariscos em algum boteco de Las Cruces, uma flor na tumba de Vicente Huidobro em Cartagena. Tudo isso explica por que o setor é chamado de litoral dos poetas.

Perto de Valparaíso e de Santiago, o Litoral Central sempre foi o centro de atenção de turistas e peregrinos, lugar de veraneio e descanso frente ao indômito mar que beija praias e rochas.

A tradição pesqueira chama a visitar o porto de San Antonio para compartilhar uma identidade portuária em constante transformação.
E há para todos os gostos. Tranquilas e extensas como Marisol, no extremo norte do litoral, ou em forma de pequenas baías como El Quisco. São nove balneários para descobrir.

Algarrobo e Santo Domingo são tradicionais e com grandes casas; mais massivos são El Tabo, El Quisco e San Sebastián; muito popular e com interessante arquitetura, Cartagena, e com a aura artística estão Isla Negra e Las Cruces. Durante todo o verão, porque no inverno estes povoados se transformam num presente único para os amantes do mar e da solidão.