Capital de atrações

Santiago

Cidade dinâmica, moderna, com uma história que se remonta a mais de 500 anos e olha o futuro com espírito inovador.

jueves, 29 de julio de 2010  
Santiago Cerro San Cristóbal (Photo:TurismoChile)

Santiago se encontra no meio do Vale do rio Mapocho. O pequeno rio e as montanhas de Los Andes são as principais identidades geográficas da capital do país. O setor mais próximo à cordilheira é conhecido como Santiago Oriente. As montanhas atraem todos os olhares e, entre junho e outubro, convidam a praticar esqui. No verão é um destino habitual para os amantes do trekking e dos banhos termais.

A cidade espera os seus visitantes com o melhor do espírito colonial legado por Pedro de Valdivia. O conquistador espanhol fundou Santiago em um dia de verão de 1514 aos pés do morro Santa Lucía ou Huelén, como era chamado pelos indígenas mapuche, historicamente seus habitantes.

Esse espírito colonial coexiste hoje com todo o encanto de seus bairros mais modernos tais como Providencia, Vitacura e Las Condes. Aqui se encontra a atividade financeira e uma variada oferta gastronômica. Na hora de dar um passeio, um destino frequente é o Morro San Cristóbal, visitado massivamente pelos santiaguinos nos fins de semana para correr, visitar o zoológico ou refrescar-se em suas piscinas. Perto do centro da cidade se encontra o Parque Forestal, que atrai de forma especial os casais de namorados.

Cinco milhões de pessoas, praticamente um terço da população total do país, moram em Santiago, uma grande urbe que parece se desenvolver a partir de Los Andes sob o atento olhar do morro El Plomo, glaciário de quase 6 mil metros de altura e de neves eternas.

Nas últimas décadas, a capital do Chile transformou-se em um importante centro financeiro da região, enquanto a atividade cultural e a diversão se estendem bem mais além da meia-noite.

Descrição Santiago

img_banner