A cueca

Canto, conto e dança

O baile nacional se canta e se dança; um casal flerta enquanto uma história violenta ou maliciosa é contada.

jueves, 29 de julio de 2010  
Cueca Cueca (Photo:Bafochi)

Com uma linha melódica e uma métrica determinada pelo texto ou pela letra, a cueca é geralmente interpretada a duas vozes e acompanhada por violão, harpa, piano, acordeão e pandeiro. Pode faltar qualquer instrumento, porém o violão é fundamental, assim como as palmas do público que incentivam os casais que dançam nas ramadas, para as festas pátrias, ou em uma pequena peña folclórica, um lugar de encontro de música, dança e culinária popular.

A cueca é o baile nacional desde 1979. Possui várias expressões ao longo de todo o país; cueca nortina, chilota, brava ou chora, urbana e a tradicional na área central. Nesta última, o casal é composto por um homem do campo, ou huaso, e uma china, ou mulher campesina. A coreografia representa um flerte mútuo e uma conquista amorosa.

Diz-se que cueca vem da expressão clueca (choca), palavra usada para nomear uma galinha quando vai incubar seus ovos, o que significaria que a dança simboliza o assédio que o galo faz à galinha. O texto relata uma anedota, uma briga em um bar ou um rodeio, a festa típica dos huasos a cavalo rodeando um novilho.

 

img_banner