Software feito no Chile

A indústria nacional do software oferece uma grande promessa, tendo os videojogos como carta de apresentação.

martes, 03 de agosto de 2010  
VideoJuego VideoJuego (Photo:ZenoClash)

O calendário de jogos do torneio nacional de futebol profissional, o esporte mais popular do país, aumentou seu atrativo ao ser definido por um software criado em Santiago. Por outra parte, na cidade de Concepción se desenvolveu o projeto de visualização interativa de conteúdos educativos, que permitiu substituir marcadores e quadros brancos nas salas de aula.

Trata-se de ideias inovadoras com altos graus de tecnologia que são diariamente aplicadas à vida cotidiana do país. Dentre outras mais complexas está a dos irmãos Andrés, Carlos e Edmundo Bordeu que criaram Zeno Clash, um videojogo para PC, disponível desde abril de 2009 através das plataformas de descarga mais populares da rede. Este título foi premiado nos Estados Unidos e aprovado por especialistas, gerando tantas expectativas que antes de seu lançamento já se estava falando de uma segunda parte.

Há poucos anos a empresa chilena Wanako Games foi pioneira na América Latina no desenvolvimento de videojogos. No começo de 2007, uma aplicação simples, a Assault Heroes, alcançou notoriedade mundial. Foi adquirida em 10 milhões de dólares por Blizzard Activision, filial da Vivendi, gigante da diversão. Dois anos depois, a empresa canadense A2T, responsável pela adaptação de sucessos do cine e da TV para as consolas de videojogos, como Kung Fu Panda ou High School Musical, olhou para o Chile e decidiu adquirir Wanako.

Como o todo é mais do que a soma das partes, o Grupo de Empresas Chilenas de Software e Serviços - mais de 70 firmas que cresceram 12 % e ganharam 145 milhões de dólares em 2008- decidiu se reunir no Polo Tecnológico de Santiago, um edifício de 7.000 metros quadrados. A partir de 2010 operarão em conjunto para potencializar a indústria e acentuar a colaboração entre seus integrantes.

Neste Polo Tecnológico também se encontram as empresas multinacionais que possuem instalações no Chile: Alcatel, Packard Bell, Olivetti, NEC, Telmex, Telefónica, Soluziona, Global Crossing, IBM, Microsoft, Yahoo!, Reuters, Motorola, Hewlett-Packard, Cisco, Tech Data, Xerox, Sun Microsystems, Oracle, Computer Associates, Intel e NCR. Ver mais.

img_banner