Patagônia

Montanhas, ilhas e florestas virgens. Uma zona indômita e selvagem com todo seu mágico poder original é o que oferece este território de pura natureza.

miércoles, 04 de agosto de 2010  
Patagonia Patagonia (Photo:Turismo chile)

Poucos lugares no mundo possuem o magnetismo da Patagônia chilena. Território de povos aborígines, aventuras e segredos que ainda esperam ser revelados na zona mais austral da América do Sul.

A Patagônia chilena é uma sub-região da Patagônia que se estende entre os paralelos 41,5º e 56º latitude Sul e abrange parte das regiões de Los Lagos, Aysén e Magallanes. É uma das superfícies mais extensas do país, porém, a menos povoada: 0,5 habitantes por km2. Ali a natureza permanece praticamente virgem.

Numa selvagem e acidentada geografia, enormes massas de gelo e florestas antigas se erguem majestosos. Aqui o ser humano não domina a natureza, convive e complementa-se com ela. Os indígenas que habitaram a zona há séculos cobriam seus corpos com azeite de lobo marinho e utilizavam peles para se protegerem das chuvas e do frio intenso. Talvez por isso o calor humano seja tão poderoso e evidente nos pequenos povoados e cidades da Patagônia.

A história do ponto mais extremo do continente sempre esteve ligada a navegantes e aventureiros, a descobridores e míticos habitantes originários, como os patagões. O navegante português Fernão de Magalhães chegou à zona em 1520 e a batizou com o nome Terra do Fogo, após observar fogueiras que os Onas ou Selknam faziam na orla do estreito. Trata-se de extensas paisagens indômitas, ilhas e canais que guardam traços de identidade legendária.

A 312 km de Punta Arenas se encontra o parque nacional Torres del Paine, com seus imponentes cornos que se erguem para o céu. Um pouco mais de 240 mil hectares de áreas selvagens e protegidas que recebem todos os anos numerosos visitantes de todas as partes do mundo.

A Patagônia é o território mais próximo do continente antártico e do pólo sul, fato que constitui uma grande vantagem. Navios e aviões cruzam os mares austrais para chegar ao território antártico e realizar visitas às bases científicas, além de breves trekkings observando a fauna autóctone. A zona oferece atrativos inimagináveis que tornam esta viagem uma experiência para toda a vida.

Descrição Patagônia

img_banner