Oportunidades acadêmicas

Estudos de pós-graduação

A qualidade das pós-graduações e de doutorados é reconhecida mundialmente e cada vez tem mais demanda.

domingo, 08 de agosto de 2010  
Estudios Posgrado Universidad Católica, Campus Lo Contador (Photo: Revista Placeres)

Cada dia existe mais estudantes internacionais que escolhem o Chile para fazer um mestrado, um MBA (Master of Bussines Administration) ou um doutorado. As causas desse interesse são variadas: a modernidade do país, sua estabilidade econômica e política, boa conectividade e a ampla variedade de paisagens e atrativos naturais, bem como o prestígio que alguns programas acadêmicos das universidades chilenas alcançaram.


O MBA da Escola de Administração da Universidade Católica do Chile, por exemplo, é o segundo melhor avaliado na América Latina, segundo o ranking feito pela Revista AmericaEconomia, e nos últimos oito anos sempre se manteve nos cinco primeiros lugares.


As instituições de estudos superiores apresentam um alto e reconhecido nível acadêmico. Na região, a Universidade Católica do Chile e a Universidade do Chile são valorizadas por seu prestígio e excelência acadêmica, e se situam entre as 300 melhores do mundo segundo alguns rankings de estabelecimentos de educação superior. (THE - QS World University Rankings – 2008).


Dois diplomas


Alunos de países tão diferentes como a Alemanha, Canadá, Estados Unidos, Finlândia, Colômbia e Peru chegam ao país para fazer cursos de pós-graduação. Existem universidades que permitem aos estudantes obter dois diplomas, um da casa de estudos chilena e outro da universidade de origem. A maioria destes programas tem acordos com entidades europeias e norte-americanas.


O padrão das universidades chilenas relacionado à infraestrutura é alto. Possuem diversas sedes, campus e instalações esportivas.
No Chile, as universidades são pagas e os estudantes chilenos têm acesso a bolsas de estudo e a sistemas de crédito. Cada universidade tem taxas diferences e o preço costuma depender do tipo de curso escolhido, e também do material e dos recursos que requer seus estudos. Santiago não é a única cidade para fazer estudos universitários; Concepción e Valparaíso também oferecem excelentes opções de estudo.


Áreas de interesse


Os programas acadêmicos e as pós-graduações mais valorizadas pelos estudantes estrangeiros se relacionam com as áreas econômicas, ciência e política e o âmbito cultural, especificamente a literatura hispano-americana. No caso da economia, o que mais atrai é o estudo do modelo chileno, considerado único no mundo, e que já foi analisado e reconhecido internacionalmente.


Algo similar aconteceu com a política chilena e a transição que o país experimentou a partir do final dos anos oitenta. Neste processo, o Chile passou de um regime ditatorial imposto pelo golpe militar em 1973, a um governo democrático que abriu a sua economia para o mundo, alcançando um crescimento singular na região. Também conseguiu reduzir substancialmente a pobreza.


Além dos estudos econômicos e da ciência política, a área da literatura hispano-americana também é muito procurada. O Chile tem uma história de escritores e poetas que transcenderam internacionalmente. Possui dois Prêmios Nobel em Literatura, os poetas Pablo Neruda e Gabriela Mistral, e o reconhecimento para escritores como Roberto Bolaño e Isabel Allende.


Obviamente que as instituições de educação superior também oferecem aos alunos estrangeiros a possibilidade de estudar outros cursos ligados à Engenharia, Comunicações, Arquitetura e Arte, Desenho, Medicina, Direito, Educação e Humanidades, Psicologia, Astronomia e Odontologia, entre outros.

Bons motivos e boas facilidades


A qualidade dos programas, da infraestrutura e o prestígio internacional das instituições de maior trajetória, são os principais motivos pelos quais os estudantes estrangeiros decidem vir ao Chile. E mais ainda se acrescentar a possibilidade de aprender espanhol, fazer turismo e utilizar o Chile como plataforma para conhecer outros países da América do Sul.


Um bom conselho para os que querem fazer cursos de pós-graduação é que o estudante verifique se a sua universidade de origem tem convênios com alguma das casas de estudo chilenas. A maioria das universidades chilenas também tem sites em Internet, com guias de estudo ou handbooks para os alunos estrangeiros.


Para ver as universidades chilenas, entre nesta lista em espanhol.


Em termos de bolsas de estudo, além das entidades internacionais, fundações e estipêndios (DAAD – Erasmus, Convênios da União Europeia), que ajudam os alunos a financiar seus estudos, o Estado chileno oferece bolsas de estudo todos os anos através de Conicyt, por exemplo. A maioria das bolsas está orientada aos estudantes da América Latina. Para saber mais disso, revise a seção de bolsas.


Para informação sobre temas práticos como alojamento, clima, transporte, segurança e aluguel de carros, entre outros, visite o site de ContactChile. Nesse site é possível conhecer também as experiências de outros estudantes que realizaram programas acadêmicos no Chile.

img_banner