Breve descrição do Sistema Educacional Chileno

O sistema chileno de ensino possui quatro níveis com uma cobertura universal própria de qualquer país desenvolvido.

lunes, 09 de agosto de 2010  
Educación Chilena

O Chile investe 7,5% do seu Produto Interno Bruto (PIB) em educação. Uma cifra considerável que supera vários países desenvolvidos como a
Finlândia ou os Estados Unidos, entre outros.

O sistema educacional chileno é descentralizado. A administração dos estabelecimentos está a cargo de pessoas ou instituições municipais e particulares chamados de “sostenedores”, que assumem a responsabilidade de manter o funcionamento do estabelecimento educacional frente o estado.

O sistema está formado por estabelecimentos subvencionados, municipais e particulares com quatro níveis de ensino: pré-escolar ou “parvularia” (jardim-de-infância), básica, segundo grau e superior.

A cobertura do sistema educacional chileno é quase universal. O ingresso a Educação Básica (EGB) alcança 99,7% das crianças entre 6 e 14 anos.

No caso da Educação de Segundo grau, a cobertura é de 87,7%, de adolescentes entre 15 e 18 anos. Os Índices 2009 de Educação Superior assinalam que o ingresso/matrícula total em 2008 alcançou 752.182 alunos - a maior cifra na história - e 14% a mais do que em 2007.

A cobertura do sistema já está superando 40%, considerado alto e comparável com alguns países desenvolvidos.

Estes avanços foram possíveis porque o sistema educacional é obrigatório. Além disso, os últimos governos realizaram esforços constantes para melhorar a qualidade da educação.

img_banner