Guia de atrações

Caiaque e rafting

Rio abaixo através de cursos que vão da cordilheira ao mar. Natureza, adrenalina e aventura. Uma experiência incrível.

jueves, 26 de agosto de 2010  

O convite é para sentir a água no rosto enquanto se rema para se esquivar dos obstáculos do rio, através das montanhas e da natureza selvagem. O Chile oferece águas de classe mundial para praticar rafting ou descida em bote. A melhor época para fazê-lo é no verão, de novembro a março, quando os rios crescem produto do degelo.

Rios com grande categoria devido ao grau de complexidade se estendem de Santiago ao sul, até o seu maior expoente: o Futaleufú e suas poderosas águas. Localizado na Região de Los Lagos, já adentrados na Carretera Austral. Até ele chegam os maiores nomes do rafting e do caiaque de rio. Na Região Metropolitana existem outras opções mais tranquilas; no entanto, a adrenalina corre da mesma maneira quando se entra no rio e começa a descida.

Rafting e caiaque de rio

Vale Central e Santiago

- Rio Maipo: Região Metropolitana, setor do Melocotón, a 22 quilômetros do casario Guayacán. Primavera e verão. Classe III e IV.

- Rio Teno: VII Região do Maule. Primavera. Classe III.

- Rio Maule: VII Região do Maule. Primavera. Classe III.

- Rio Claro: VII Região do Maule. Localizado na Reserva Nacional Radal 7 Tazas. Caracteriza-se pelas quedas de água.

Lagos e Vulcões

- Rio Bío-Bío: VIII Região do Bío-Bío. Ao sudeste de Los Ángeles. Classe V.

- Rio Trancura: IX Região de La Araucanía. A 14 quilômetros de Pucón. De novembro a março. Classe III e IV.

- Rio Petrohué: X Região de Los Lagos.

Patagônia

- Rio Futaleufú: X Região de Los Lagos. A 155 quilômetros a sudeste de Chaitén. De meados de janeiro a meados de março. Classe V.

- Rio Espolón: X Região de Los Lagos. Considerado como um treino para o Futaleufú.

- Rio Baker: XI Região de Aysén. A 10 quilômetros a nordeste de Cochrane. Verão. Classe V.

- Rio Serrano: XII Região de Magalhães e Antártida Chilena. Classe I.

img_banner