Após jornada de trabalhos ininterruptos

O resgate dos 33 mineiros no Chile termina com êxito total

Todos os trabalhadores presos em uma mina no deserto do Atacama saíram sãos e salvos a bordo de uma cápsula

jueves, 14 de octubre de 2010  
El rescate generó una explosión de júbilo en el campamento Esperanza y en todo el resto del país. (© Hugo Infante / Gobierno de Chile)

Após uma jornada completa de trabalhos ininterruptos, nesta quarta-feira à noite foram resgatados ilesos os 33 mineiros presos desde o dia 5 de agosto a mais de 600 metros de profundidade em uma mina do norte do Chile.

Com o resgate do líder do grupo, Luis Urzúa (54), registrado às 21:55 horas local (00:55 GMT) depois de 70 dias de isolamento, as autoridades deram por terminados os trabalhos de salvamento, e para finalizar totalmente esta jornada espera-se o regresso dos seis socorristas à superfície.

“Te entrego o turno e espero que isto nunca mais volte a ocorrer conosco. Obrigado a todo o Chile e às pessoas que cooperaram. Sinto-me orgulhoso de ser chileno", disse o mineiro ao Presidente Sebastián Piñera logo que abandonou a cápsula de 54 centímetros de diâmetro que o conduziu através do ducto de 622 metros.

O aparecimento de Urzúa gerou uma transversal explosão de felicidade no acampamento Esperança, a aldeia montada pelos familiares dos operários nas imediações da mina San José, onde chegaram ao redor de 2.000 profissionais de meios de comunicação do mundo inteiro.

A alegria também se manifestou nas ruas e praças de todo o país, com automobilistas tocando suas buzinas, cidadãos comemorando com bandeiras e as estações de bombeiros fazendo soar suas sirenes em uníssono.

“Tivemos a força, a garra e o espírito de lutar por nós mesmos e por nossas famílias”, acrescentou o mineiro na sua breve conversa com a máxima autoridade. Nesse mesmo momento – através do sinal da televisão oficial - apareciam os seis socorristas que ainda permaneciam nas profundidades do refúgio desdobrando uma faixa com os dizeres: “Missão cumprida Chile”.

“Recebo o seu turno e o parabenizo por cumprir com o seu dever, saindo por último", respondeu o Presidente a Urzúa , antes de apertar suas mãos e dar-lhe um afetuoso abraço e entoar o  hino nacional chileno junto com todos os que participaram dos trabalhos.

Sendo 00:21 horas local, a mesma de Brasília (03:21 GMT), Manuel González, o socorrista da estatal Codelco que já se encontrava 24 horas nas profundidades da mina e que foi o primeiro em descer na jaula Fênix 2, sinalizou: “Oficialmente, damos isto por terminado. Vou subindo feliz graças a Deus e a todos os meus colegas”. 12 minutos mais tarde, a operação San Lorenzo foi concluída com êxito total.