Csiro estará em Santiago e Antofagasta

Chega ao Chile o centro de pesquisa australiano líder em mineração

Entidade capacitará profissionais chilenos em pesquisa geológica, eficiência energética e desenvolvimento sustentável, entre outros temas.

viernes, 03 de junio de 2011  

A australiana Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (Csiro) anunciou a sua chegada no Chile com atividades de pesquisa e desenvolvimento com alto impacto nos setores produtivos do país, especialmente na mineração.

Esta organização (cujo nome se pronuncia “ci-sairo”) trabalhará em colaboração com a Universidade de Chile e com a Universidade de Antofagasta, além de Codelco, BHP Billiton, Anglo American e Antofagasta Minerals.

O centro de pesquisa terá escritórios em Santiago e Antofagasta e capacitará profissionais chilenos em pesquisa geológica, mineração inteligente, eficiência energética e desenvolvimento sustentável, além de metalurgia e processamento de minerais.

A chegada de Csiro foi organizada em 2009, quando a estatal Corporação de Fomento à Produção (Corfo) lançou a convocatória Atração de Centros de Excelência com o objetivo de estabelecer no país alianças de entidades estrangeiras de pesquisa com os centros chilenos, informou o Ministério de Mineração do Chile.

Durante a cerimônia de lançamento, o ministro de Economia, Juan Andrés Fontaine, indicou que as autoridades se impuseram a tarefa de transformar o país em um polo de inovação na América do Sul.

"Esta aliança permitirá reforçar a formação de profissionais estáveis e de alta especialização e, com isso, reforçar as capacidades locais através de novas infraestruturas tecnológicas e recursos humanos avançados", afirmou.

O bi-ministro de Mineração e Energia, Laurence Golborne, destacou a importância desta iniciativa e a sua contribuição para a valorização da mineração chilena.

"A instalação de um centro com a capacidade e o prestígio de Csiro é um grande avanço para transpassar inovação à indústria de mineração chilena que tem se caracterizado por ser pioneira na geração de tecnologias e de ideias que estão na vanguarda dos sistemas de exploração e de produção. Este transpasso de conhecimentos para aqueles que se desempenham nesta indústria outorgará um valor agregado à produção local", assinalou.


img_banner