O Chile promoverá intercâmbio comercial com a África a partir do Marrocos

O TLC cuja negociação começará em 2013 seria o primeiro da extensa rede chilena de acordos com uma nação desse continente.

jueves, 03 de mayo de 2012  
Desde Marruecos, Chile promoverá intercambio comercial con África

Com a abertura de um escritório comercial no Marrocos, o Chile promoverá o intercâmbio com a África, a única zona do planeta, até o momento, alheia à sua extensa rede de acordos, que considera mais de vinte países e blocos, como os Estados Unidos, a China, a União Europeia e o Mercosul.

Esse foi o anúncio do ministro chileno de Relações Exteriores, Alfredo Moreno, durante a sua visita ao país do Mediterrâneo, onde manteve encontros com o primeiro ministro, Abdelilah Benkirane, e com os máximos representantes das câmaras de Deputados e Conselheiros, Mohamed Yatim e Cheikh Biadillah.

O diplomático manifestou o interesse do Chile em continuar estreitando as relações no âmbito bilateral e multilateral, transformando o Marrocos - especialmente a cidade de Casablanca, onde será instalado o escritório comercial- na porta de entrada do Chile ao resto do continente, além de o Chile poder vir a ser a plataforma da nação africana para ter acesso à América Latina.

Em declarações à agência de notícias EFE, Moreno indicou que em 2013 está previsto iniciar as negociações para um tratado de livre comércio, o primeiro do seu tipo entre o Chile e um país desse continente.

Noventa e três por cento das exportações chilenas têm como destino mercados com os quais já existem acordos de cooperação, que somam 4,3 mil milhões de habitantes, ou seja, 62% da população do planeta.

img_banner