The Economist aplaude políticas de apoio ao empreendimento do Chile

O programa de atração de inovadores Start-Up Chile foi citado como iniciativa bem-sucedida pelo semanário.

jueves, 28 de junio de 2012  
The Economist aplaude políticas de apoyo al emprendimiento de Chile

A revista The Economist elogiou o “grande esforço” realizado por países como o Chile para fomentar o empreendimento, especificamente o programa estatal Start-Up Chile.

O Chile é “extremamente generoso” nesse sentido, dado que outorga US$ 40 mil aos que desejem começar com uma empresa inovadora, expôs na sua crônica principal intitulada “Where creators are welcome” (“Onde os criativos são bem-vindos”).

O semanário pôs como exemplo o italiano Claudio Carnino, cujas tentativas para desenvolver jogos para telefones móveis fracassaram nos Estados Unidos, razão pela qual optou pelo Chile.

“Em Rhode Island, investidores estavam dispostos a apoiá-lo, mas somente se pudesse ficar no país. Entretanto, Carnino descobriu que era provável que seu visto fosse negado ou então tivesse que enfrentar uma longa espera, em cujo caso os seus jogos já iam estar obsoletos”, assinalou.

Devido a isso, o jovem veio ao Chile, onde “o seu visto foi concedido em duas semanas, graças ao qual atualmente já está no seu segundo empreendimento, FanChimp, que ajuda empresas a encontrar novos clientes através do Facebook”, acrescentou.

“Temos trabalhado intensamente para potencializar o empreendimento e a inovação. Que o nosso trabalho seja reconhecido no estrangeiro por um meio como The Economist é muito importante”, manifestou Hernán Cheyre, vice-presidente executivo da Corfo, a agência chilena encarregada do Start-Up.

A autoridade sinalizou que “queremos converter o Chile em um grande polo de empreendimento e inovação regional e este programa vai nessa direção. O seu objetivo é difundir a cultura do empreendimento e, desta forma, avançar a uma sociedade de mais e melhores oportunidades para todos”.

O objetivo destas políticas de fomento é atingir 100 mil novas empresas, além de criar um ambiente que sustente o desafio de alcançar o pleno desenvolvimento do país.

img_banner