A campanha para reflorestar a Patagônia do Chile já conta com 100 mil árvores

Sucesso da cruzada tem gerado interesse para replicá-la em América Latina, Estados Unidos, Europa e Ásia.

jueves, 27 de septiembre de 2012  
Campaña para reforestar la Patagonia de Chile suma 100 mil árboles

Graças ao aporte de pessoas e de empresas, a campanha Reflorestemos a Patagônia conseguiu reunir as primeiras 100 mil árvores nativas para plantar em quatro parques e reservas nacionais da Patagônia do Chile.

Reflorestemos a Patagônia é a maior campanha de reflorestamento nativo na história do país, que significará um alto impacto no meio ambiente, tanto em termos de recuperação de ecossistemas, controle de erosão e recuperação de campos freáticos, entre outros aspectos.

Estas primeiras 100 mil árvores representam uma área de mais de 100 hectares que serão recuperados e, apesar de seu crescimento ser lento, em algumas décadas já se terão recuperado ecossistemas completos da Patagônia, devolvendo um lar para espécies como o puma e o huemul, entre outras.

“Reflorestemos a Patagônia conseguiu articular e unir a partir da sociedade civil, com a ajuda do setor privado e público ao redor de uma causa comum. O fato de que esta seja uma ação que nasce a partir da sociedade civil, que se mobiliza para solucionar um problema nacional e alcançar um bem para toda a sociedade junto ao uso de tecnologias de georreferenciação, redes sociais e a criação de um ‘bosque virtual’, onde cada pessoa tem a ‘sua árvore’, tem levado alguns prestigiosos meios internacionais de comunicação a difundir a nossa iniciativa”, destacou Matías Rivera, diretor executivo da campanha.

Nesse sentido, detalhou que “já nos contataram de Argentina, México, Estados Unidos, Espanha e Índia, entre outros, com interesse de replicar nossa plataforma e modelo”.

Reflorestemos a Patagônia contou também com o apoio de 72 embaixadores, líderes de opinião, atores, jornalistas, esportistas e artistas nacionais. Destes, 46 usam Twitter e a soma de seus seguidores supera os 6,5 milhões. No Facebook, a campanha já tem mais de 9 mil seguidores e, além disso, conta com mais de 230 publicações nos meios de comunicação nacionais e estrangeiros desde o dia 1º de maio até a data.

Ademais, na web da campanha já foram criados 158 "bosques" por diferentes empresas, agrupações, colégios, universidades e famílias, entre outros.

O que está por vir

Graças ao cumprimento desta primeira meta a campanha vai entrar em uma nova etapa, a qual estará marcada por atividades públicas esportivas, interativas e culturais massivas, além da incorporação de múltiplos meios de comunicação escritos, radiais, televisivos e pontocom. Estes já comprometerem o seu apoio para a difusão desta iniciativa, pois puderam perceber que se trata de uma campanha que une os cidadãos e que através dela o Chile pode construir credenciais que potencializam a sua imagem no exterior como um país que pôde organizar uma cruzada inédita em nível mundial e que está sendo amplamente observada e admirada no exterior.

Em breve todos terão a oportunidade de continuar apoiando a campanha através de “La Reforestón”, um leilão on-line de 6 horas que será realizado através da fan page do Facebook da campanha (http://www.facebook.com/ReforestemosPatagonia) e cujo objetivo é o de reunir 50 milhões de pesos (25 mil árvores) por meio do leilão de objetos e experiências. Várias rádios se uniram a este evento e o transmitirão ao vivo.

A campanha está recoletando objetos e produtos para leiloar. Caso as pessoas queiram contribuir com este tipo de coisas para serem leiloadas por árvores ajudando assim a campanha, poderão enviar um email a  contacto@reforestemospatagonia.cl , ou então através de suas plataformas do Facebook e do Twitter.

A campanha também está organizando uma série de eventos massivos e um grande festival de música com múltiplos cenários e um line-up de bandas nacionais e internacionais onde a entrada será o equivalente a um valor em árvores para serem plantadas na Patagônia do Chile. 

A forma de colaborar é através de uma moderna plataforma digital que permite que cada pessoa contribua com uma ou mais árvores por meio do portal reforestemospatagonia.com. Cada árvore tem um custo de somente $ 2 mil pesos (US$ 4) e para aportar tem que ingressar no site da campanha.