Qualidade de vida

 Razões? Estabilidade política e econômica, pessoas acolhedoras e belas paisagens são somente algumas. Realmente, o Chile é muito atraente.

martes, 27 de julio de 2010  
Calidad de Vida Calidad de Vida (Photo:Nomads of the Seas)

 O Chile recebe seus visitantes com uma infraestrutura viária e aeroportuária de primeiro nível. Desde o principal terminal aéreo de Santiago é possível ter acesso, em menos de duas horas, à montanha, à praia ou a um centro de eventos com modernos serviços de telecomunicações sempre à mão.
Os rankings internacionais qualificam o Chile como um dos melhores países para viver na América Latina. Sua capital, Santiago, é a segunda melhor cidade para viver na América Latina, segundo o ranking feito pela The Economist Intelligence Unit que analisa 140 urbes do mundo.

O país tem redes assistenciais e de vigilância epidemiológica permanente com hospitais públicos e clínicas privadas.  As cidades do Chile são seguras, a educação privada e pública oferece uma ampla oferta de escolas e universidades, e a vida cultural permite ter acesso a espetáculos artísticos e esportivos de nível internacional.
Sejam quais forem os interesses do estrangeiro, o Chile o espera sem promessas, mas não o decepciona. O popular e o sofisticado, a cultura física e a arte, a atividade empresarial ou acadêmica, a sede de nostalgia e a visão de futuro, ou simplesmente um lugar tranquilo onde viver, com uma ampla variedade geográfica e climática para escolher. Para cada gosto existe um espaço, além da possibilidade de interagir com pessoas e grupos de interesses comuns.
Talvez o mais atraente do Chile sejam os seus contrastes, geográficos e climáticos, que fazem parte da sua beleza. Ao mesmo tempo, a tranquilidade e a segurança dão vazão ao espírito aventureiro, à experimentação artística, à paixão esportiva, à inquietude intelectual, além do gosto pela boa mesa e pelas festas.  No Chile há plena liberdade de expressão e diversidade de credos, tolerância pelos diferentes costumes, e abertura total a espetáculos esportivos e artísticos internacionais.
A gente do Chile tem como característica um espírito acolhedor e generoso. Tradicionalmente, o país se considera um “Asilo contra la opresión” (asilo contra a opressão), como diz parte da letra do seu hino nacional, e um servidor carinhoso “Del amigo cuando es forastero” (do amigo quando é forasteiro), declaração incluída na canção folclórica “Si vas para Chile”.
A marca principal da sua literatura é a poesia.  Um país de poetas reconhecido e valorizado no mundo inteiro com autores de renome como Gabriela Mistral e Pablo Neruda - ambos Prêmio Nobel -, Vicente Huidobro e Nicanor Parra; além de gerações  e promoções de vates que continuam e renovam a tradição.
O esporte oficial é o Rodeio, mas o futebol é o mais popular e massivo. O Chile é um país sonhador e pragmático que se moderniza com espírito empreendedor. Conta também com instituições e serviços que funcionam de forma estável.
Ao longo da sua estreita e louca geografia se distribuem variados climas e paisagens: deserto e glaciais, chuvas e primaveras, lagos e vindimas, florestas e montanhas; canais austrais e desertos floridos; cordilheiras de mais de 6 mil metros de altitude e profundidades oceânicas que chegam aos 8 mil metros de profundidade. Já no Oceano Pacífico se encontram os seus territórios insulares, principalmente o arquipélago Juan Fernández e a Ilha de Páscoa ou Rapa Nui.

img_banner