Especial de viagens

New York Times: Santiago do Chile é o primeiro lugar para ser visitado em 2011

No final do movimentado 2010, o prestigioso jornal elegeu a capital do Chile como o melhor destino turístico para ser visitado em 2011, de  uma  lista que incluiu 41 lugares destacados do mundo inteiro, desde  "as praias do México até as terras selvagens do Kurdistã".

martes, 18 de enero de 2011  
Vista de Santiago con Los Andes de fondo. Vista de Santiago con los Andes de fondo. (Foto cortesía Pedro Peanno)

O artigo do prestigioso jornal New York Times retrata Santiago como um dos destinos top para visitar durante o presente ano. A publicação descreve uma cidade que se recuperou rapidamente das consequências do terremoto que afetou o Chile em fevereiro de 2010.

Seu vibrante cenário cultural e uma grande variedade de restaurantes de primeira classe e hotéis, como a boutique de Aubrey ou o hotel 'W', levaram os editores a acreditar que a capital chilena é a melhor opção para visitar durante 2011.

Sem dúvida, essa declaração significará uma chegada massiva de turistas à capital do Chile durante os próximos meses. O New York Times, cuja média de leitores supera as 800 mil pessoas diárias, é um dos jornais mais tradicionais e influentes dos E.U.A.

A publicação coloca o cenário cultural de Santiago como a principal razão para que os turistas visitem a capital chilena. O terremoto de fevereiro de 2011, afirma, foi somente  "uma breve pausa em um panorama cultural que (já) havia começado a tomar força na cidade".

Apesar do devastador terremoto de magnitude 8.8 e a perturbação geral produzida em todo o país, o Chile tem transitado uma via rápida para uma recuperação econômica completa tendo registrado nos últimos sete meses consecutivos um crescimento econômico sustentável. Muitos lugares de interesse cultural em Santiago -como o Museu de Belas Artes- foram seriamente danificados. Mas a rápida ação na reconstrução tem demonstrado ser uma característica da economia chilena.

Os recentes investimentos do governo chileno têm sido a base para o ressurgimento dos espaços públicos culturais  e eventos de arte contemporânea. O artigo menciona o recentemente inaugurado Centro de Gabriela Mistral (GAM),um gigantesco edifício de 200 mil metros quadrados de aço e cristal dedicado a albergar o melhor e o mais destacado da arte chilena e internacional.

Para obter dicas sobre os melhores lugares para se comer em Santiago, visite esta série sobre o panorama gastronômico de Santiago, uma cidade em pleno crescimento e expansão.